Araújo Neto vem mostrando competência na organização da campanha eleitoral da esposa e causa histeria em adversário

AraujoUma coisa não dá para negar, Araújo Neto tem mostrado competência como coordenador político, e a prova é a evidência que tem dado à campanha eleitoral da esposa que lançou candidata ao cargo de vereadora, Meiry Araújo.

O lançamento da candidatura reuniu uma multidão – dando um tapa na cara de quem o julgava como alguém sem influência e, principalmente, sem voto. Claro, este último ainda não dá pra medir, afinal, só podemos dizer que além de poder de mobilização, é bom de voto e de transferência quando sair o resultado das urnas.

O certo é que a organização que vem resultando em volume de campanha pró-Meyre, Araújo Neto que todos acreditavam enfrentar dificuldades para sobreviver do trabalho depois da more do pai e que seu histórico político teria chegado ao fim, tem apresentado um outro cenário. Como empresário, pelo que sabemos não tem enfrentado nenhuma dificuldade – e como político está mostrando que segue vivo.

A campanha bastante evidente de Meyre Araújo está incomodando alguns – um em especial que está em crise de histeria. todo mundo sabe que Dr. Antônio Joaquim tinha um carinho muito grande pelo filho Araújo Neto e que o trabalhava para ser seu sucessor na política e ninguém mais. Isso, lógico sempre provocou ciúmes em outros, ou em outro, por não desfrutar do mesmo tratamento e ainda conviver com o ressentimento de não poder morar em Codó por algumas razões que aqui não vamos detalhar.

De certo que agora, é muito fácil dizer que era venerado, ou venerada, sei lá, por alguém que já não está entre nós para contestar. Mas voltando ao assunto, Araújo tem se tornado um dos principais alvos de ataques de um pseudo empresário que nem coragem teve para sair candidato a nada por já saber que não herdaria nem os 74 votos. Enfim, são coisas de um povo que não tem talento para o sucesso e vive de tentar derrubar aqueles que estão, pelo menos tentando, mostrar trabalho perante a comunidade.

Youtuber codoense começa fazer sucesso com paródias bem humoradas…

Youtuber codoense já é sucesso na internet

Youtuber codoense já é sucesso na internet

Um jovem estudante do ensino médio técnico tem mais um objetivo além da formação acadêmica: estar entre os youtubers mais famosos do Brasil, quiçá, do mundo. Talento pra isso ele mostra que tem, espaço na rede mundial de computadores também. Esdras Silva, codoense de apenas 16 anos de idade já iniciou sua trajetória como youtuber com o canal de vídeos no YouTube “Apenas Um Maluco”, com 36 vídeos postados.

A história de Esdras foi contada recentemente pela FCTV (afiliada ao Sistema Brasileiro de Televisão – SBT). A emissora mostrou não só o talento do codoense que já é evidentes nos produtos que ele já tem produzidos e postados na internet, mas também expôs a forma como esse trabalho é feito. Tudo ainda é muito restrito, quase nenhuma tecnologia, mas muita força de vontade e determinação.

As gravações, geralmente levam horas, no entanto, a produção final das paródias bastante humoradas e que retratam acontecimentos da atualidade, levam dias, até semana para ser finalizada e postada no YouTube. Porém, o resultado final tem sido a aprovação dos internautas que vem crescendo com a quantidade de inscritos e o número de visualizações também aumentou.

Confira a reportagem na íntegra e aproveite para se inscrever no canal “Apenas Um maluco” de Esdras Silva, o youtuber codoense que tem se inspirado no youtuber mais famoso do Brasil, o Piauiense Whindersson Nunes.

Biné Figueiredo é notificado sobre pedidos de cassação do registro de sua candidatura e classifica ações como atos de perseguição dos adversários

Dep. César Pires solicita implantação de serviços de telefonia móvel no Km-17

O deputado César Pires (PEN), através de Indicações, pediu à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão que encaminhe expedientes às empresas de telefonia móvel Claro e Tim, solicitando, respectivamente, a instalação de torre para Celular, no KM 17, e a implantação do sistema de telefonia 4G no município de Codó.

César Pires acentuou que a instalação da torre de celular no povoado KM 17, trará grandes vantagens aos seus moradores que são obrigados a se dirigirem às localidades vizinhas. Disse ainda que a medida se faz necessária considerando que as comunicações promovem o desenvolvimento, a integração e o progresso social.

A popularização do uso do telefone agiliza a comunicação e democratiza o acesso à informação”, enfatizou o deputado.

Em relação à implantação do sistema de telefonia 4G, César Pires disse que o procedimento viabilizará a melhoria do sistema móvel de telefonia já executado pela Tim, no município de Codó. “Acreditando na plena e rápida execução do pleito, por parte desta empresa, reiteramos os nossos agradecimentos ao futuro atendimento”.

PAP CURSOS & Concurso inicia inscrição gratuita para curso nesta quinta-feira em Codó

cursosA empresa PAP CURSOS E CONCURSOS chega a cidade de Codó para realizar a partir do próximo dia 27 de Agosto, o curso profissionalizante de Noções Práticas de Vendas e Administração.

Durante o curso, o aluno verá os módulos de Atendimento ao Cliente e Marketing, Operador de Caixa e Recepcionista, Atendente de Farmácia e Noções de Medicamentos e Rotinas Administrativas e Secretariado.

O curso terá duração de 04 meses, com aulas somente aos sábados, nos turnos, manhã, tarde ou noite. Todos os alunos receberão “carta de estágio” e palestras durante o curso.

As inscrições para o curso são gratuitas e terão início a partir da próxima Quinta-Feira (25) na Escola Colares Moreira local onde também serão ministradas as aulas. O PAP (PROJETO AVANÇO PROFISSIONAL) está lançando uma promoção para os 30 primeiros inscritos, que serão contemplados com parcelas fixas de R$50,00.

alunos cursosMais informações sobre o curso pelos telefones: 9 8156-4384 papcursos.com.br

Acesse e curtam a nossa página no facebook e concorram a bolsas: https//www.facebook.com/ProjetoAvancoProfissional?fref=ts

Ricardo Torres ainda aguarda julgamento de Recurso no TCE-PE de condenação e contas irregulares quando era procurador em São Lourenço da Mata

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco julgou irregular as contas do exercício financeiro de 2007, em que o ex-secretário de Saúde de Codó, Ricardo Araújo Torres era procurador e ordenador de despesas da prefeitura de São Lourenço da Mata. Em 2010, Ricardo Torres, atual candidato a vice-prefeito na chapa de Francisco Nagib (PDT), foi condenado pelo TCE-PE a devolver aos cofres públicos do município R$ 1.473.766,59.

CONSIDERANDO as despesas irregulares com escritório de advocacia e empresa de consultoria decorrentes de pagamentos fundamentados em cláusulas contratuais “ad exitum” em razão de decisão judicial de antecipação da tutela que não se confirmou no julgamento de mérito, no montante de R$ 1.384.904,71, de responsabilidade de Ricardo Araújo Torres, Procurador-Geral e ordenador de despesas;

Julgar IRREGULARES as contas dos Ordenadores de Despesas, Sr. RICARDO ARAÚJO TORRES, Procurador Geral, e JOSÉ CARLOS BORBA, Secretário de Obras, determinando a restituição do valor de R$ 1.473.766,59, conforme discriminação abaixo, que deverá ser recolhido aos cofres públicos municipais, no prazo de 15 (quinze) dias do trânsito em julgado da presente Decisão.

Em janeiro de 2011, a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco encaminhou parecer prévio para a Câmara Municipal de São Lourenço da Mata em que recomendava à Câmara Municipal de São Lourenço da Mata a REJEIÇÃO das contas do Prefeito, Sr. Jairo Pereira de Oliveira, relativas ao exercício financeiro de 2007.

Ricardo Torres, em 2011 deu entrada com Recurso para reverter a condenação. Mas até agora, não houve decisão do recurso em que Torres é recorrente e advogado no processo de defesa com o n° 1101541-0. Confira o andamento do processo no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (AQUI)

Com isso, como não se trata de um processo com trânsito em julgado, nem confirmado pela Câmara Municipal de São Lourenço da Mata, Ricardo Torres não tem o nome incluso na lista dos ficha suja em Pernambuco e, portanto, pode concorrer tranquilamente a cargos eletivos, o que levará a Justiça Eleitoral e o Ministério Público Eleitoral do Maranhão a indeferir o pedido de impugnação que está tramitando na Justiça contra sua candidatura de vice-prefeito na chapa encabeçada pelo empresário Francisco Nagib.

Dep. César Pires critica atuação do Incra em conflitos agrários no Maranhão

O deputado César Pires (PEN) criticou, na manhã desta terça-feira (23), a atuação do Incra no Maranhão, apontando este órgão como responsável pelo acirramento de diversos conflitos pela posse da terra no Estado. De acordo com o deputado, o Incra tem manifestado interesse por áreas reivindicadas por quilombolas que, com o aval da Fundação Palmares,  passam a ter prerrogativas federais.

Quando estes quilombolas vão ao Incra, o que faz o Incra: de forma irresponsável e eleitoreira, manifesta interesse por aquela propriedade. E ainda que a Justiça Estadual dê posse e propriedade àquela pessoa querelada, o processo é remetido à Justiça federal, que espera uma decisão do Incra que, numa leniência sem precedente na história, posterga, de ordem proposital, por não ter dinheiro também, o interesse naquela propriedade. Enquanto isso a propriedade é invadida, destruída. E a Justiça Federal nada faz para reverter àquela situação. Portanto, é gravíssima essa situação no Maranhão”, alertou o deputado.

Ele acrescentou que o Incra não dispõe no seu lastro orçamentário e financeiro recursos para arcar com o custeio de processos como estes, que acabam indo parar na Justiça Federal. César Pires lembrou que, em 2015, foi celebrado um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) envolvendo o Ministério Público Federal, a OAB, o Incra e entidades de Direitos  Humanos. O TAC previa um processo de mensuração ou exame antropológico, que nunca foi feito, de tal forma que este TAC acabou sendo descumprido.

O que se vê agora é que as pessoas invadem e criaram gosto por esse tipo de invasão. E tudo isso patrocinado pelo governo do PT, pelo seu Gilberto Carvalho, hoje supostamente envolvido em dois assassinatos de prefeitos para poder acobertar os seus desvios financeiros. Mas se acobertam todos esses procedimentos e o Maranhão continua com suas terras invadidas com supostos quilombolas, sem que o Incra tenha dinheiro sequer para poder fazer o exame antropológico destas áreas”, afirmou César Pires, na tribuna.

Ao concluir seu pronunciamento, o deputado fez um apelo para que o Incra no Maranhão reveja seu posicionamento. E que a Justiça Federal obrigue o Incra a determinar se tem ou não tem recursos para poder arcar com o custeio dos processos de áreas que diz ter interesse.

De outra forma, nós vamos viver aqui dentro um estado de sítio, um estado de exceção e não um estado de justiça no nosso Estado. Fica aqui o meu registro pedindo mais uma vez à Justiça Federal que tome um posicionamento, obrigando o Incra a dizer se tem ou não tem recursos. Mas não fique em um protelamento indevido, causando na verdade conflitos sociais indevidos que poderiam não chegar ao ponto onde estão chegando”, ressaltou César Pires.

Conta de energia vai ficar mais cara a partir de domingo no Maranhão

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou nesta terça-feira (23) o reajuste médio de 7,84% nas tarifas da Companhia Energética do Maranhão – Cemar, que atua em todos os municípios do estado.

Os novos valores entram em vigor a partir do dia 28, para os cerca de 2,3 milhões de clientes da empresa. Para os consumidores residenciais, a alta média será de 8,24%, já para a indústria a elevação média será de 8,28%.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição, por sua vez, são atualizados com base no IGP-M.

O índice aprovado nesta terça se refere ao reajuste tarifário a que as distribuidoras têm direito e que é avaliado todos os anos pela Aneel. Os índices funcionam como um teto, ou seja, o limite para o reajuste que a distribuidora pode aplicar. A empresa tem autonomia para repassar aos consumidores um percentual menor.

As distribuidoras não lucram com a revenda de energia fornecida pelos geradores (usinas), mas sim com o serviço de levá-la até os consumidores. Entretanto, podem repassar para as tarifas todo o custo com a compra dessa energia.

Entenda mais sobre revisões tarifárias no endereço eletrônico da Aneel, no link entendendo a tarifa.