EXCLUSIVO – Confira as atrações que já estão contratadas pela prefeitura para o Carnaval de Codó 2020

A exemplo dos anos anteriores, o Correio Codoense traz em primeira mão, informações oficiais do carnaval, edição de 2020. Além de inovar nas atrações em seu último ano de governo, o prefeito Francisco Nagib (PDT) vai trazer de volta, o trio elétrico que havia sido retirado do circuito ainda na administração do então prefeito Zito Rolim (PDT). Além disso, também vai ampliar os dias de festa.

Para este ano, estão mantidas as bandas locais que vem sendo presença marcante, mesmo sendo e, talvez, por serem prata da casa. As atrações do município que já são do conhecimento de todos vem sendo aperitivo e não deixam a desejar para os foliões e tampouco dão menos brilho à festa carnavalesca.

Já vem sendo espalhado pela cidade e nas redes sociais a presença da banda baiana PSIRICO – uma das grandes atrações do carnaval de Salvador/BA. O cantor Márcio Victor e sua Banda estarão em Codó, conforme a programação prévia da prefeitura para encerrar o carnaval 2020, porém, não na terça-feira quando tradicionalmente termina a folia. PSIRICO está previsto para comandar os foliões em plena quarta-feira de cinzas no trio elétrico.

As demais atrações que já estão fechadas são Mara Pavanely e Chicabana. Além destes, estarão presentes novamente no carnaval codoense, Júnior Maska, de Teresina/PI e Bruno Shinoda, de São Luís/MA.

MC Felipe Original caiu…

A prefeitura, trouxe ano passado Os Macacos Loucos, esse ano previa trazer MC Felipe Original, uma das atrações mais requisitadas nos shows de funk na atualidade, seria sucesso, com certeza em Codó, mas a prefeitura cancelou o contrato que havia realizado com o artsista. De acordo com Nagib, a apresentação do funkeiro em Codó sairia muita cara e o tempo médio de apresentação seria de apenas uma hora.

Quem não conhece MCFelipe Original clica no vídeo abaixo:

Trio elétrico + Palco

Como afirmamos acima, além de estar mantido o palco, o trio elétrico vai está de volta ao circuito do carnaval codoense. Na verdade, Nagib planeja colocar dois trios, dentre eles, o seu chamado de Pranchão FC. O trio que já está contratado é o Trio Faraó, que pertence a uma locadora de Ananindeua/PA. O trio tem qualidade duvidosa para o tamanho do carnaval de Codó, sobretudo, porque será nele que vai se apresentar a Banda PSIRICO.

A concentração, por enquanto, com a participação dos dois trios fica da seguinte forma: um faz concentração no centro de cultura, como ocorria tradicionalmente e sobe para a frente das lojas do prefeito. o outro que já vai está aguardando em frente às lojas de bibidas de Nagib desce e retorna para o mesmo ponto.

Não foi revelado onde será a concentração se ficar somente um trio, mas deverá ficar concentrado no Posto FC cumprindo o percurso da avenida Augusto Teixeira e retornando para a loja de conveniência de Nagib.

Outras informações você segue acompanhando aqui no Correio Codoense.

A estratégia e o resultado do encontro político de Zito e Nagib…

Estratégia de Nagib e Zito vira assunto de discussão nas ruas e provoca oposição

O prefeito Francisco Nagib (PDT) e o Deputado Estadual Zito Rolim (PDT) convocaram servidores do município e moradores da zona rural de Codó para um chamado ‘encontro político’. Essa reunião aconteceu na noite de ontem (14) no clube de eventos da Família Oliveira.

Muito especulou-se que o tal encontro sria para, finalmente, anunciar que Zito seria o candidato do grupo para disputar a prefeitura nas eleições municipais deste ano. Mas não foi o que aconteceu.

Público presente no encontro de Nagib e Zito

Nagib aproveitou a expectativa das pessoas sobre quem será o candidato do grupo, visto que o mesmo está impedido de participar do pleito por causa da condenação numa ação que Zito fora o autor na Justiça, para elencar suas ações administrativas e, principalmente, demostrar otimismo e satisfação com os resultados de uma pesquisa de aprovação e reprovação de seu governo, além da intenção de voto para ele (Nagib), Zito e outros nomes da política local.

Nagib afirmou que tem 18% de apoio do eleitorado codoense para continuar na prefeitura, desbancando até Zito que foi quem o colocou no comando do município devido sua alta popularidade de 8 anos como prefeito, agora tem a metade dos votos do atual prefeito. Nesse mesmo cenário, o médico Zé francisco é o 3º colocado com 7%.

Se o conteúdo da discussão do encontro político de Nagib e Zito convenceu a população, é só conversar nas ruas com as pessoas e tirar suas próprias conclusões. Mas o que ficou muito visível hoje foi o surto que essas informações lançadas por Nagib causou na oposição.

Com exceção de Ricardo Archer (PSDB) que demostrou satisfação com a segunda colocação em um dos cenários divulgados pelo atual prefeito que, inclusive, levou Archer a pedir nas redes sociais já indicação de seu vice, os demais explodiram de raiva.

Na emissora de televisão do ex-prefeito Biné Figueiredo (PSDB), o encontro de Nagib e Zito foi o assunto de horas de constestação. Biné foi tachado como o melhor gestor da história política de Codó. Só não foi lembrado como ex-prefeito que, assim como Nagib e Zé Francisco, não podem disputar eleição porque estão condenados pela Justiça. Biné, inclusive, foi proibido de votar nas eleições passadas em que se dizia ser candidato a deputado estadual. Nem ele pode votar nele mesmo.

Como sempre, a oposição não soube trabalhar. eu faria diferente e mostraria quem é essa empresa que realizou a pesquisa.

Faremos isso em nossa próxima publicação.

Ah! não somos oposição – portanto, não estamos contra nem a favor de ninguém.

Francisco Nagib e sua relação com o esporte codoense…

Esta semana o prefeito Francisco Nagib esteve na televisão com uma equipe de esportes do município de Codó falando do que o governo dele fez e ainda pretende realizar pelo futebol e outras modalidades esportivas.

O detalhe que é fato, trata-se da nomeação de Chaguinha da Câmara como secretário de esportes. Tudo bem que fora uma jogada política, mas está sendo melhor do que poderia vir a ser. O secretário até conseguiu fazer o presidente da LICOF a elogiar o prefeito Francisco Nagib.

E esse mesmo esporte que esteve esquecido até o ano passado, agora é visto como se fosse uma vitrine pela administração. O campeonato Codoense está sendo reverenciado e, acrddite, cogita-se, inclusive numa edição de uma competição feminina. Pelo menos foi o que fora ventilado nesta semana durante o encontro na emissora da família Oliveira.

Vamos então aguardar se tudo isso vai se materializar mesmo, ou se não será um projeto eleitoral….

César Pires destaca inconstitucionalidade de leis estaduais que tratam de temas de competência da União

O deputado César Pires (PV) apontou “graves irregularidades cometidas pelo Executivo estadual na Lei 11.013/2019, que instituiu o Complexo Industrial e Portuário do Maranhão e autorizou a modificação do objeto social da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP)”. A matéria, aprovada pela Assembleia Legislativa, em dezembro do ano passado, está sendo questionada em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), com pedido de liminar proposta pela Procuradoria Geral da República (PGR).

Dep. César Pires (PV)

Na ação apresentada ao Supremo Tribunal Federal, a procuradora Raquel Dodge apontou a inconstitucionalidade das leis 11.013/2019 e 10.213/2015, e do Decreto 34.519/2018. De acordo com a PGR, esses dispositivos são inconstitucionais por tratarem de bens de titularidade da União, apropriar-se da competência material e legislativa da União para dispor sobre o regime de portos e por permitir a transferência de bens da EMAP sem licitação.

“Pelo artigo 2º da Lei 11.013, o governo se apoderou do Porto Grande, área que pertence ao IBAMA, e transferiu para a Emap, empresa estatal que por sua vez fica autorizada a fazer qualquer uso dessa área, a título oneroso ou gratuito, conforme está previsto no artigo 4º da referida lei. Como é que o Estado pode fazer doação de um bem que pertence à União?”, questionou César Pires.

A Procuradoria Geral da República apontou, ainda, que o governo do Maranhão desrespeitou a repartição de competências prevista na Constituição Federal ao legislar sobre matéria de competência da União, como é o caso do regime de portos. E também desrespeitou a Lei 8666, ao autorizar a transferência de bens da Emap sem realizar licitação.

“Nós alertamos aqui neste plenário, durante a votação do Projeto de Lei 257, sobre as ilegalidades cometidas pelo Executivo. Doaram o que não é deles, dispensaram a licitação para o uso de bens públicos, legislaram em área que não lhes cabe. Esta Casa se curvou e agora tudo isso está sendo questionado pela Procuradoria Geral da República. Não podemos ficar cegos, surdos e mudos diante dos erros cometidos pelo governo estadual”, concluiu César Pires.

Expedito Carneiro volta a dizer que é pré-candidato a prefeito de Codó

Na sessão ordinária da última terça-feira (17), o presidente da Câmara Municipal de Codó, Expedito Carneiro, em seu discurso, colocou mais uma vez seu nome a disposição reafirmando sua pré-candidatura a prefeito da cidade pelo grupo “liberta Codó”.  Na oportunidade, o edil relatou sua postura contrária diante dos prefeitos que montam base aliada de vereadores.

“Quando eu falo que sou pré-candidato a prefeito de Codó os vereadores vão ter liberdade. Não quero vereador aliado para estar puxando saco e defendendo governo não, porque as críticas, elas ajudam no desenvolvimento da administração municipal e o vereador pode ficar à vontade”, disse.

O parlamentar lamentou a forma como prefeitos organizam grupo de base aliada de vereadores com objetivos pessoais, afim de garantir uma administração segura e livre de oposição.

“Na visão que eu tenho hoje, eu me preocupo bastante quando observo determinados prefeitos preocupados em ter uma base aliada do seu lado. É porque alguma coisa eles querem fazer de errado! Se seu objetivo é ter uma bancada maior pra ser aprovado tudo e ficar livre de uma oposição, é porque alguma coisa de errado eles querem fazer”, declarou.

Expedito reafirmou sua pré-candidatura a prefeito pelo grupo e o apoio que os codoenses têm dado ao bloco de pré-candidatos “liberta Codó”.

“Se meu nome for escolhido será pela população de Codó e com isso serei candidato, porém se for outro dos colegas que compõem o grupão iremos ajudar eleger eu quero um prefeito que realmente sege justo e comprometido com a população de Codó”, finalizou o presidente.

Assecom

Deputado César Pires denuncia sucateamento de UPAs no Maranhão, incluindo a de Codó

Nesta quarta-feira (11), os deputados estaduais Adriano Sarney (PV) e César Pires (DEM), denunciaram o sucateamento das UPAs do Maranhão, que está sendo provocado pelo Governo Flávio Dino.

Adriano afirmou que chegou a participar de uma reunião na Secretaria de Saúde do Maranhão, convidado por profissionais que foram, inexplicavelmente, demitidos das UPAs em São Luís e no interior maranhense.

“Hoje, nós temos mais de 128 pessoas demitidas das UPAs de São Luís e do interior, 128 pessoas entre motoristas, enfermeiras, técnicos de enfermagem. Não é a primeira vez que eu subo nesta tribuna para relatar o descaso com a saúde. Então, nós temos aqui, na UPA da Vila Luizão, mais de dez funcionários demitidos; na UPA de Itaqui/Bacanga, mais de 30 funcionários, e muitos deles sem ao menos terem acesso ao que lhes é de direito, o FGTS e as férias. Mais de 100 demitidos nas UPAs do interior do Estado, um verdadeiro descaso, um verdadeiro absurdo com a saúde
pública do Estado do Maranhão”, afirmou.

Já o deputado César Pires confirmou o sucateamento das UPAs, denunciando que o Governo Flávio Dino quer repassar a responsabilidade para as prefeituras municipais e que essa situação levará a morte de pessoas que precisam da saúde pública no Maranhão.

“Incompetência do Governo Flávio Dino, as UPAs dos interiores, como Codó, Coroatá, Lago dos Rodrigues, Morros, Paulino Neves e outras mais, estão sendo remetida ao Poder Municipal, para depois não passar nenhum centavo, ou seja é um fracasso anunciado, é um desmonte dado ao seu fracasso abissal. Nem quero tratar o lado social da situação, que é preocupante, mas a ausência desses funcionários significa a morte anunciada também daqueles futuros pacientes das UPAs, dos hospitais”, afirmou Pires.

IBGE divulga estimativas da população brasileira; veja a quantidade de habitantes de Codó

O IBGE divulga hoje as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2019. Estima-se que o Brasil tenha 210,1 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento populacional de 0,79% ao ano, apresentando queda do crescimento quando comparado ao período 2017/2018, conforme a Projeção da População 2018.

O Maranhão continua sendo o 4° estado mais populoso do Nordeste, agora com 7.075.181 habitantes ficando atrás da Bahia, Pernambuco e Ceará. São Luís com 1.101.884 habitantes é o município mais populoso do Estado. Junco do Maranhão, localizado no Oeste maranhense é o menos populoso com 3.432 moradores.

Nos Cocais Maranhenses, Timon é o município mais populoso com 169.107 habitantes. Caxias é o segundo maior com 164.880 moradores. Codó ocupa o 3° lugar com população de 122.859 pessoas. Em seguida vem Coroatá (65.296), São Mateus (41.529), Timbiras (29.124), Alto Alegre do MA (27.053) e Peritoró (23.196). Juntos, os municípios somam 643.044 habitantes.

Confira todos os municípios maranhenses…