TV Cidade desrespeita telespectadora em participação ao vivo pelo telefone por não ser a favor de Biné Figueiredo

A comunicação em Codó esstá indo cada vez mais para a vala comum e aqui, não há um que se salve, visto que, tudo que temos visto ultimamente é o ódio entre os ‘profissionais’ e a correria para atingir o maior número de visualizações no final do dia, ou audiência no rádio e na TV. O pior é que para isso, são capazes de tudo, tudo mesmo, sob o principal argumento de que estar a serviço da população e cada um tem uma verdade – a sua verdade, porque a verdade verdadeira eles passam por longe.

E quando o assunto é política, o jogo de interesses chega a ser repugnante. É imoral. Falta escrúpulo mesmo. Em Codó, mesmo diante de um virus que tem aterrorizado muita gente e levado muitas vidas, a políticagem começou. As fake news estão tomando de conta das redes sociais e a imprensa só pense e age conforme necessidade do próprio umbigo.

Sabemos que desde sempre, as emissoras de rádio e televisão agem de acordo com os interesses de seus donos e, na maioria das vezes, aqueles que executam as vontades dos patrões acabam por deixar de lado tudo aquilo que acreditam e não é só por salário não. Em Codó é fácil identificar o ódio e o envolvimento com essas questões.

No vídeo abaixo, um péssimo exemplo da imprensa, mais especificamente da TV Cidade, que tem como propŕietário o ex-prefeito Biné Figueiredo. Por lá, ficou bem claro na edição de ontem do programa de ‘notícias’ que só participa ao vivo por telefone se for pra esculhambar o atual governo, quando o assunto são os maus feitos da era Biné, o negócio muda de figura. Veja o desrespeito com uma telespectadora que foi cortada do ar, simplesmente porque não detonou o prefeito Francisco Nagib e aproveitou pra descordar de outra telespectadora que não aprova o atual governo. Uma tremenda falta de vergonha e cara de pau em dizer que a ligação havia caído.

Vamos procurar trtabalhar com seriedade. Ninguém é obrigado a concordar com nada, mas se abrem espaço para as pessoas opinarem que seja um espaço democrático. Esse tipo de condução não representa o bom e importante jornalismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.